Receba novidades em seu e-mail
OK
Área do usuário

Resumo

Atuando como elemento essencial à compreensão das ideias de um texto, o resumo se caracteriza pela condensação dessas

O resumo representa a apreensão das ideias abordadas em todo e qualquer texto
O resumo representa a apreensão das ideias abordadas em todo e qualquer texto

Abordando acerca de suas características, vistas sob um prisma geral, o resumo é elemento essencial à compreensão de todo e qualquer discurso. Assim, são várias as circunstâncias em que você pode se deparar com distintos textos, todos eles se prestando ao exercício de atingir algo, mediante a finalidade comunicativa que se estabelece com o interlocutor.

Nesse sentido, sempre existirão ideias novas, haja vista que a busca pelo saber faz parte da vida acadêmica. E retirar a essência de tudo aquilo com o qual se estabelece familiaridade (não importando a modalidade da linguagem, se escrita, verbal ou simbólica, enfim) é condição essencial para melhorar sua competência linguística e, consequentemente, seu conhecimento.

Dessa maneira, você já teve a oportunidade de conhecer outra modalidade, também de igual valor, - o esquema -, (fazer link quando publicado, a título de relacionamento de ideias). Enquanto nele se evidencia a redução de um texto qualquer a palavras-chave, por diversas vezes manifestadas em sinônimos, no resumo se manifesta a condensação das principais ideias nele abordadas. Em breves palavras, o resumo seria o esquema desenvolvido.  

Retirar a essência de tudo aquilo ora expresso representa, pois, o entendimento, a compreensão da mensagem, feita de forma efetiva. Para tanto, alguns passos são imprescindíveis a tal procedimento, caso contrário tudo não passará de um aglomerado de informações ressaltadas sem o menor valor e concebidas sem o menor sentido. O primeiro deles é fazer uma leitura global do texto em questão, de preferência, ininterrupta. Se assim realizada, possivelmente o leitor terá condições de compreender acerca do que realmente se trata o discurso – condição primeira para os demais passos.

Entendendo que o texto se constitui de uma ideia primária, básica – no caso, o tema, o assunto –, as demais ideias, denominadas secundárias, estarão distribuídas de forma agrupada mediante a construção adequada dos parágrafos. Dessa forma, identificá-las somente será permitido se consoante a uma segunda leitura, realizada de maneira pausada e atenta. Assim, de modo a concretizar tal intento, é possível sublinhar as ideias que você julgue mais importantes, sobretudo aquelas dotadas de uma complexidade maior. 

Na medida em que você identifica a correlação do assunto principal com as ideias que a ele se seguem, de modo a compreender o discurso na íntegra, terá condições para construir o seu próprio (discurso), haja vista que, ao contrário do que muitos pensam, o resumo não representa a reprodução fidedigna das ideias abordadas em um texto, mas sim a reprodução do conteúdo nele abordado. Somente em casos específicos (quando a ocasião requerer) é que essa reprodução deve ser feita, caso contrário o aconselhável é que o emissor, no caso, você, se mantenha de forma imparcial, sem nada emitir acerca das ideias do autor, e elabore as de sua autoria, correlacionadas àquelas em referência.  

Contextualizando o resumo no universo dos trabalhos científicos, recomenda-se que ele não sirva de introdução ou de apresentação do trabalho então exposto. Sua finalidade deve ser expor as intenções da monografia, artigo científico, dissertação ou da tese, com vistas a explicitar os métodos, resultados e conclusões, porém da forma mais sucinta possível, bem como proporcionar ao leitor as informações necessárias, para que delas tirem o julgamento. Recomenda-se que esse resumo seja expresso também na língua inglesa, denominado abstract, cuja finalidade é a difusãointernacional do artigo.

Por Vânia Maria do Nascimento Duarte




Brasil Escola nas Redes Sociais