Receba novidades em seu e-mail
OK
Área do usuário

O parágrafo no texto científico

A importância da organização dos parágrafos no texto científico é indiscutível. Por essa razão, todos eles devem estar distribuídos e harmoniosamente relacionados entre si.

O parágrafo no texto científico deve estar bem construído, de forma a conferir clareza à mensagem
O parágrafo no texto científico deve estar bem construído, de forma a conferir clareza à mensagem

O parágrafo no texto científico... Eis que tal assunto nos remete a uma importante etapa que envolve a realização de um trabalho desta natureza – o momento de registrar tudo aquilo conquistado por meio de estudos e investigações acerca de um determinado assunto. Assim, mediante essa situação, considera-se uma atitude normal o fato de muitos se sentirem atordoados, dadas as peculiaridades que norteiam a escrita de uma forma geral.

Muitos questionamentos tendem a se manifestar, entre eles: “como devo iniciar o artigo?”, “como distribuir as ideias nos parágrafos, de forma que fiquem claras e precisas?”. Todos esses e muitos outros rondam o pensamento de quem, por um motivo ou outro, não possui uma familiaridade maior com a modalidade escrita da linguagem.

Em face dessa realidade, a partir de agora conheceremos um pouco mais sobre a forma pela qual devemos proceder mediante a construção dos parágrafos no texto científico. Nesse sentido, torna-se fundamental termos em mente que tal processo está intrinsecamente relacionado a algumas características básicas que nutrem a modalidade em questão (no caso, a escrita): a objetividade, a clareza e a precisão das ideias retratadas.

Havendo a predominância de tais características, certamente que a coesão e a coerência também far-se-ão presentes. Assim, tendo em vista que ambas “caminham” juntas, parágrafos bem construídos e harmoniosamente distribuídos são sinal de uma mensagem compreendida na íntegra por todo e qualquer interlocutor. Assim, com vistas a reforçar nosso raciocínio, bem como para dar credibilidade ao que estamos afirmando, vejamos o que nos afirma Severino (2002, p.84):

“O parágrafo é uma parte do texto que tem por finalidade expressar as etapas de raciocínio. Por isso, a sequência dos parágrafos, o seu tamanho e a sua complexidade depende da própria natureza do raciocínio”.
Fonte: SEVERINO. Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 22 ed. São Paulo: Cortez, 2002.

Tal afirmativa nos contextualiza a uma recorrente situação pela qual quase todos nós passamos durante a fase escolar: nas aulas de Redação, a primeira pergunta que insistia em se manifestar era a de quantas linhas deveria conter a produção textual. Tendo isso em vista, como bem nos afirma o autor em questão, o tamanho dos parágrafos dependerá da ideia que se deseja neles abordar.

O importante é que todos estabeleçam entre si uma ligação, de forma que uma ideia represente a sequência da outra. Compreende-se, portanto, que a estrutura de um parágrafo deve conter a mesma estrutura de um texto composto por vários parágrafos. Assim sendo, estamos falando de introdução, desenvolvimento e conclusão. O início do parágrafo deve conter o que chamamos de tópico frasal (contendo a ideia principal), sendo este desdobrado em ideias secundárias e, no final, há a retomada da ideia central, configurando a conclusão.

Para Volpato (2006, p. 46), tendo em vista a necessidade de o parágrafo ser caracterizado por uma argumentação completa (introdução, desenvolvimento e conclusão), o que determina a mudança deste não é a extensão, mas sim a conclusão de uma dada argumentação, no sentido de, no parágrafo seguinte, dar-se início a outra.
Fonte: VOLPATO. Gilson Luiz. Dicas para redação científica: por que não somos citados. 2. Ed. Botucatu: Gilson Volpato, 2006.

Mediante todas as elucidações aqui firmadas, esperamos ter contribuído na ampliação dos seus conhecimentos acerca do assunto que norteou nossa discussão. Lembre-se sempre de que a revisão textual também representa um passo que muito tem a contribuir no pleno desenvolvimento dessa atividade, com vistas a detectar possíveis falhas cometidas durante a produção.

Por Vânia Maria do Nascimento Duarte


  • domingo | 02/03/2014 | MUITO PROVEITOSO


    BOM DIA!PODE TER CERTEZA QUE TODO CONTEÚDO ME AJUDOU E MUITO,POIS ESTOU ENFRENTANDO UMA FACULDADE DE DIREITO AGORA ,E ESSE ASSUNTO FOI E SERÁ MUITO IMPORTANTE PRA MIM.DESDE JA MUITO AGRADECIDA ... RÔSANI LEANDRO LOPES(RÔSE)



Brasil Escola nas Redes Sociais