Receba novidades em seu e-mail
OK
Área do usuário

Pré-História

Pré-História, a pré-história, instrumentos de pedras, a pré-história, história da humanidade.

O surgimento do homem é fruto de períodos de variação climáticas e a adaptação desse primata a essas mudanças.

Nos primórdios da formação da nossa sociedade, o Paleolítico (desde os primeiros homens até aproximadamente 12000 a.C.), eram caçadores e coletores: mulheres fazem as coletas de frutas, raízes e grãos e homens caçam. Suas ferramentas eram rudimentares, feitas de pedra lascada. Sendo que o primeiro a fazer esses instrumentos foi o nosso ancestral conhecido por Homo habilis.

Em aproximadamente 500 mil a.C. o Homo erectus, outro de nossos ancestrais, no período conhecido por Mesolítico (de aproximadamente 12000 a.C. até aproximadamente 8000 a.C.), começa a fazer uso do fogo.

No Neolítico (de aproximadamente 8000 a.C. até aproximadamente 4000 a.C.) surge a agricultura e a pecuária, com isso há aumento na produção de alimentos e conseqüente aumento demográfico. Entre as principais inovações tecnológicas do neolítico:

· Instrumentos de pedra aperfeiçoados com polimento.

· Surgimento da cerâmica para fazer recipientes usados para cozinhar, portar líquido e alimentos.

· Surgimento da tecelagem: as primeiras confecções eram com linho, algodão e lã, substituindo roupas de pele de animais.

· Casas e aldeias: com madeira, pedras, barro. Aldeias se formam, algumas evoluindo a cidades. Cidades mais antigas surgem nesse período, como Jericó, no VIII milênio a.C., e Beidha, no VIII milênio a.C., na Palestina e Catal Hüyük, no VII milênio a.C., na Turquia.

· Vida espiritual: homem do neolítico passa a discutir sobre novas preocupações, variações do clima, fertilidade dos solos e sementes, saúde e reprodução dos rebanhos. Para solucionar dificuldades invocavam o sobrenatural. Menires (monólitos verticais), dolmens (mesa alta, feita de grandes blocos de pedra), sepultamentos...

· Roda: para fazer menires e dolmens se usaram grandes toras para transportarem grandes monólitos, primeiros indícios da roda.

Por volta de 4000 a.C. começa a Idade dos Metais, marcada pela utilização dos metais, permitindo produção de instrumentos resistentes e de formas variadas, pois podem ser modelados. A Idade dos Metais se divide em três etapas:

· Idade do cobre: primeiro metal a ser fundido, que foi lentamente substituindo o uso de pedras.

· Idade do bronze: cobre com estanho, mais duro que o cobre, empregado para fabricação de espadas, lanças e martelo... Desenvolvido nas primeiras cidades, onde crescia divisão social do trabalho e produção mercantil (comércio).

· Idade do ferro: aproximadamente 1500 a.C., inicia em grande escala metalurgia do ferro, difundida nas cidades com divisões sociais mais complexas. Instrumentos de ferro aumentam produção artesanal e agrícola.

Por Francisco Furtado Gomes Riet Vargas




Brasil Escola nas Redes Sociais