Receba novidades em seu e-mail
OK
Área do usuário

Introdução a Administração

Saiba sobre a revolução dos Campeões, A administração é um fator variável, A empresa é o retrato de seu líder, ou seja, é o reflexo de suas ações.

Introdução

Este é um trabalho de primeiro período, solicitado pela disciplina de Introdução aos Estudos de Administração, do curso de Administração da Universidade Católica de Goiás, cujo objetivo é exercitar o aluno no estudo e conhecimento introdutório da administração

O assunto a ser tratado tem por base a pesquisa na obra “Revolução dos Campeões” de Roberto Shinyashiki, em que serão examinados diversos aspectos referentes à matéria.

A REVOLUÇÃO DOS CAMPEÕES

A administração é um fator variável, sofre um processo de mutação constante, isso para se adaptar, enquadrar, à necessidade não só dos nossos dias, como também para os dias vindouros.

Antigamente a administração se enquadrava perfeitamente a época, mas hoje seria totalmente inadequado pois estamos em uma nova era, vivenciado um outro quadro social, seria, pode-se assim dizer, um suicídio premeditado.

O que é tido certo, hoje, daqui a um mês já pode estar errado.

Essa nova era está repleta de trabalhadores esperando oportunidade de demonstrar as suas habilidades e quem não estiver preparado para essa competição será “pisoteado” pelos demais.

A idéia de que vivemos em um clima de competição aborrece muita gente, o que é normal, mas quem não tiver mentalizado que a competição é um fator de sobrevivência será um perdedor e não um campeão. Então em vez de reclamar deve-se batalhar, melhorar produtos, aprimorar o atendimento e, principalmente, renovar.

A empresa é o retrato de seu líder, ou seja, é o reflexo de suas ações. Se o líder for organizado, for criativo a empresa também assim o será.

A empresa depende diretamente de seus líderes, para ela crescer seus líderes têm de crescer primeiro. E para uma empresa permanecer viva deve estar em crescimento permanente. O que normalmente impede as empresas de crescer são os hábitos e costumes de seus líderes, o que certamente ocasionará a “morte” da empresa. Esses hábitos e costumes devem ser reavaliados pelos líderes, para que possam administrar com maior convicção, mas o mais importante do que reavaliar os costumes e hábitos é o desejo e comprometimento com a mudança.

O administrador que anseia pelo sucesso, pela consideração de seu trabalho, é acima de tudo dedicado. Tem prazer em trabalhar ou fazer negócios, sempre pensa no que pode oferecer e não se o que ofereceu já esta bom.

Agrega valores e desenvolve o maior número possível de habilidades, torna-se um profissional polivalente.

Uma das características do Administrador campeão é ter uma visão futura, é enxergar antes dos outros, o que lhe permite planejar e ter estratégias e principalmente colocá-las em prática, pois uma boa estratégia não é nada até que se realize.

O campeão não tem vergonha do que fez até chegar ao nível que está, muito pelo contrário, tem orgulho, pois tudo contribuiu para a sua formação profissional.

Criar uma empresa campeã é um trabalho árduo, porém, gratificante.

O empresário deve se dedicar ao máximo à empresa, deve ter certeza dos passos que está dando, deve ser confiante e ter fé me si próprio. Deve planificar os gastos e verificar se é viável economicamente: toda empresa tem de dar lucro.

A empresa deve valorizar sua imagem, prezar pela qualidade de seus produtos, escutar e atender o que seus clientes tem a dizer e tratar seus colaboradores como uma família e não como meros empregados.

A empresa deve ser capaz de atualizar seus conceitos e manter-se bem informada conquistar seus aliados e seus trabalhadores serem profissionais no trabalho. Ser veloz e manter a excelência no que faz, ser ético e alerta às oportunidades. Não deve desperdiçar nada e deve estabelecer metas que sejam: claras, objetivas e motivadoras, precisam acenar com perspectivas de desenvolvimento para a equipe e quanto mais audaciosas e sedutoras melhor.

A empresa campeã é formada por todo um quadro de funcionários campeões, que exercem uma dependência mútua entre si. Onde cada parte contém o todo e o todo contém as partes. Ela trata o aspecto humano como o principal, criando um clima agradável e prazerosa para os funcionários. Fazendo com que todos tenham o mesmo sonho e os mesmos objetivos. Tendo na sua linha de frente (funcionários que tem contato direto com os clientes) profissionais capacitados e com condições de trabalho.

As vitórias são obtidas por seres humanos e não apenas por planos e estratégias. Basta dizer o que se espera deles e eles farão exatamente o que lhes foi pedido.

A motivação em uma empresa campeã é ponto fundamental. Pessoas motivadas brilham. As pessoas são únicas e precisam ser tratadas assim, dispensando a atenção necessária à todos e não a um determinado grupo.

Como citado anteriormente a empresa deve ter um sonho comum e seguir o trajeto para realizar este sonho. Não abandonar seus objetivos e estar ciente que a empresa precisa de você e de todos os outros trabalhadores unidos.

Publicado por: Fabrício Fernandes Pinheiro

Por Equipe Brasil Escola




Brasil Escola nas Redes Sociais